Quais são as vantagens do SaaS para as empresas?

As plataformas de soluções baseadas na computação em nuvem (cloud computing) representadas pelos softwares como serviço (SaaS, na sigla em inglês), são uma tendência internacional. O uso dessas aplicações online deve ultrapassar os US$ 112,8 bilhões até o próximo ano em movimentação financeira, segundo levantamento recente da consultoria IDC.

Trata-se da disseminação do uso de aplicações online que podem ser acessadas no computador, tablet ou celular, de maneira simples e remota. Isso significa que não há, em muitos casos, a obrigatoriedade de se investir valores altos em licenças, equipamentos e outros gastos que podem aumentar caso a demanda cresça. Mas quais são, então, as principais vantagens do SaaS?

Ao longo deste artigo você vai ler detalhadamente os principais pontos em que uma solução em nuvem se sobressai aos sistemas on premises tradicionais — sobretudo na comparação com os que ainda funcionam por meio da venda de autorizações de uso específicas. Vai saber ainda que essa forma de contratação já existe para diversas outras soluções como a comunicação, todas no mesmo formato: a empresa contrata um fornecedor que se responsabiliza por entregar a plataforma/solução e mantê-la funcionando, expandindo-a quando necessário e garantindo que a gestão corporativa destine recursos para as áreas mais importantes do negócio.

Um exemplo da flexibilidade que esse método proporciona é o que começou a acontecer com mais frequência nos últimos meses na indústria global de TI: contratos de PCaaS e DaaS. Nessas duas modalidades (PC as a Service e Device as a Service), as empresas não precisam mais se preocupar em adquirir computadores e outros dispositivos. Essas práticas incluem serviços de gerenciamento do ciclo de vida dos equipamentos, permitem a aquisição de dispositivos, suporte, desativação do que não está sendo utilizado — tudo para manter o parque técnico atualizado e escalável.

Essas facilidades também podem ser exploradas pelas empresas que precisam de soluções eficientes na área de comunicação. Continue a leitura e saiba por que.

Escalabilidade

Plataformas de comunicação baseadas na computação em nuvem podem ser desenhadas para o tamanho exato do negócio de forma simplificada. No caso das pequenas empresas, onde a economia de qualquer recurso pode ser determinante para a sustentabilidade da operação a médio e longo prazos, poder modelar o atendimento das necessidades de conexão conforme a demanda é imprescindível.

No caso das médias e grandes empresas, a situação é muito semelhante, apesar de os gastos fixos terem um potencial menor de inviabilizar o core business. Ainda assim, todo gestor sabe que custos devem ser reduzidos sempre e isso passa pela otimização de recursos.

Neste sentido, uma organização que mantenha escritórios em vários pontos do Brasil ou até do mundo é, de fato, um consumidor importante dos serviços de comunicação prestados pelas operadoras. Essas empresas — e os gerentes e diretores de TI que fazem parte do quadro — sabem que a ampliação da quantidade de linhas disponíveis pode ser uma operação demorada e cara. Independente de qual seja o motivo, aumentar a quantidade de canais para os clientes se relacionarem com a marca ou aproximar os times geograficamente distantes costuma ser uma ação que exige muito planejamento e fôlego financeiro dentro do modelo tradicional.

Para casos assim as soluções baseadas na computação em nuvem (que são SaaS específicos para a comunicação, também chamados de CaaS — Communication as a Service) são ideais. Elas permitem gerenciar todo o parque técnico de conexões de forma simplificada, geralmente por meio da internet, no próprio navegador. Isso dá mais poder às empresas e aos gestores de tecnologia da informação, que podem moldar a capacidade operacional de acordo com as necessidades do momento. Isso sem precisar investir em equipamentos ou se preocupar com a infraestrutura dentro da sede — questões que geralmente são responsabilidade do fornecedor da plataforma.

Segurança

É absolutamente comum que as empresas mantenham informações sigilosas sob seus domínios. Além de segredos industriais, há casos em que uma simples negociação entre um vendedor e um cliente pode, se cair em mãos erradas, interferir no contrato e acarretar grandes prejuízos financeiros. Além disso, a própria comunicação entre as equipes precisa ter um canal fluido por onde circular, permitindo que as mensagens sejam transmitidas com o máximo de clareza.

Para que tudo isso aconteça da forma mais eficiente possível, é imprescindível contar com a segurança. Você já leu aqui no blog que a tecnologia em nuvem pode proteger os seus dados de forma que eles não fiquem vulneráveis a qualquer tipo de interceptação. Mas as vantagens das plataformas de comunicação baseadas em cloud são ainda mais expressivas.

A razão é além de um sistema de segurança completo, protegido por várias camadas que incluem desde a proteção física até barreiras virtuais contra invasões, a criptografia está presente em praticamente todas as comunicações estabelecidas. Dependendo da solução contratada, as chamadas de voz, mensagens de texto e a troca de arquivos entre os colaboradores das equipes apresentam codificação, só sendo possível decodificá-las com as devidas chaves de segurança existentes apenas no interlocutor devido.

Em se tratando de soluções de comunicação colaborativa, o desenvolvimento de recursos especiais garante absoluta confidencialidade do que é tratado, diferentemente do que acontece em chamadas telefônicas. O senso comum tende a acreditar que a escuta telefônica de ligações originadas por meio da tecnologia GSM (celular) é impossível — ou pelo menos, muito difícil — mas não é.

Para garantir que nenhum dado se perca e manter o sigilo sobre o que é tratado na sua companhia, é importante pensar na contratação de aplicativos desenvolvidos especialmente para o mercado corporativo. Eles funcionam só depois de o usuário inserir uma senha pessoal, por exemplo, garantindo que o circuito esteja fechado em ambas as pontas.

Alinhamento à TI Bimodal

O conceito de TI Bimodal resolve as principais limitações da tecnologia da informação tradicional, e ajuda a corporação a enfrentar os novos desafios que impactam em todos os setores da economia. Basicamente ele facilita a resolução da questão: como atender às demandas crescentes e cada vez mais onipresentes de forma mais rápida mas sem deixar de lado a precisão, a segurança e nem deixar de lado o dinamismo para aproveitar as novas oportunidades?

Ainda que a origem dessa expressão remeta à primeira metade da década (2014), a proposta por trás dela é bastante moderna — e ousada. Ela sugere que os gerentes de tecnologia da informação juntem a TI experimental às rotinas e aos recursos tradicionais, dando-lhes rapidez, eficiência e agilidade na solução das demandas.

Neste sentido, consultores internacionais afirmam que a quantidade de companhias que têm executado estratégias duplas está crescendo — sobretudo nas organizações que já se caracterizam por um entendimento progressista e, talvez por isso, tenham porte maior. O novo método, que não exige a separação definitiva das equipes de TI, otimiza o método e oferece resultados em áreas bastante expressivas para o sucesso do negócio.

Além de departamentos estratégicos como suporte, monitoramento de data center e manutenções, sistemas de comunicação também são impactados pelo método mais moderno de gestão de TI, justamente por ser um setor que não pode deixar de crescer e inovar por conta de protocolos lentos e excessivamente burocráticos de ampliação e melhoria de estruturas.

Por fim, a implantação da estratégia de TI Bimodal pode inclusive reduzir os custos com o pessoal. A abordagem dupla não exige, porém, duas ou mais equipes para viabilizar a operação. As atividades executadas e a estratégia da empresa podem considerar mais eficiente convergir as operações e não segregar os colaboradores para a implantação da nova sistemática operacional.

O resultado dessa mudança de comportamento gerencial pode ser percebido de forma clara: a vantagem competitiva em relação aos concorrentes, que por desconhecerem essa possibilidade ou não quererem investir na inovação, podem ficar para trás e demorarem mais tempo para executar o que a sua empresa faz mais rápido. A TI Bimodal beneficia a comunicação entre as equipes e facilita a criação de soluções diferenciadas e mais lucrativas para a empresa.

Para continuar acompanhando o que a comunicação em nuvem pode fazer pelo seu negócio, leia o nosso blog e conheça mais sobre o nosso portfólio no site.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *