Justiça Federal gaúcha reduz custos e melhora atendimento com nova telefonia

Economia deve chegar a 40% com expansão para todas as seções 

Com a aquisição de um moderno sistema de telefonia desenvolvido pela Dígitro Tecnologia, a Justiça gaúcha está deixando para trás uma longa lista de problemas, como queda nas ligações, má qualidade de áudio, insatisfação por parte dos usuários internos e externos, e, sobretudo, um elevado gasto com as ligações telefônicas.

Marcus Vinicius Sebrão Assis, supervisor de Telefonia da JFRS, é enfático ao relatar a satisfação dos usuários com o NGC Evolution, central telefônica dotada da tecnologia VOIP. “Os benefícios saltam aos olhos”, afirma. Vinícius conta que a JFRS dispunha de uma central telefônica muito antiga, que já havia passado por diversas atualizações. O problema se agravou quando o equipamento foi descontinuado pelo fabricante, o que inviabilizou novos up grades.  “A necessidade de reduzir os altos custos com as ligações telefônicas associada à impossibilidade de fazer novas atualizações, foram determinantes para a busca por novo equipamento”.

Informado de que a Justiça Federal de São Paulo (JFSP) estava satisfeita com a recém-aquisição da NGC Evolution, Vinicius decidiu conhecer de perto o equipamento. A JFRS optou, antes de qualquer decisão, consultar outros usuários de soluções desenvolvidas pela Dígitro. Mais uma vez somaram-se boas referências em relação à eficiência das soluções, a confiabilidade, qualidade e rapidez no suporte técnico.

Com base no registro de preço da Justiça Federal de São Paulo, o mesmo equipamento foi adquirido para as seções de Porto Alegre, Pelotas, Passo Fundo, Santa Maria, Santana do Livramento e Uruguaiana.

De imediato, o novo equipamento significou uma redução global de 5% na conta telefônica, aliada à facilidade de uso, rapidez nas ligações e a alta qualidade de áudio. Com isso,  a JFRS decidiu expandir para as outras 17 seções do estado. Quando concluída a expansão, a estimativa é de uma economia em torno de 40%.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *