Na era da transformação digital, comunicação IP traz vantagens competitivas para organizações

Informatização dos processos na sociedade demanda o investimento em uma comunicação digital por parte de empresas e entidades públicas, aponta especialista

Com a transformação digital, negócios de porte e segmentos diversos estão em busca de estratégias para evoluir do ambiente analógico. De acordo com dados da pesquisa “Maturidade digital no Brasil”, conduzida pela Capgemini e Pegasystems, 63% dos 150 executivos entrevistados afirmaram que a internet já é usada no modelo de negócio das organizações, e que a abordagem omnichannel tem sido uma aposta das médias e grandes empresas, sobretudo varejistas ou que lidam com o consumidor final. Mas a informatização também atinge entidades públicas, que também estão incorporando a tecnologia em seus processos. Essa transformação igualmente passa pela otimização da comunicação, seja a realizada internamente e/ou a voltada para públicos externos. Uma das tecnologias que possibilita isso é a que utiliza o IP — Internet Protocol, protocolo de comunicação pela internet —, em detrimento daquelas que precisam de uma infraestrutura física maior e com cabeamentos, como o PABX.

Vantagens da comunicação IP — Octávio Carradore, diretor comercial da Dígitro Tecnologia, empresa desenvolvedora de soluções digitais de comunicação e inteligência há 40 anos no mercado, explica que uma das vantagens do IP é a promoção de uma comunicação unificada em diferentes canais. Por exemplo, ao invés de depender de um ramal telefônico, uma pessoa pode usar seu próprio smartphone como ramal e redirecionar as ligações do telefone em seu escritório para qualquer lugar em que esteja.

Além da modernização, outro benefício importante é a redução de custos. “Usando uma comunicação IP, é possível contratar uma operadora ao invés de depender de uma rede pública. Também pode ser integrada à computação em nuvem e, associada a um PABX já utilizado na organização, é possível centralizar a administração de vários equipamentos no ambiente digital”, explica. Esses e outros incentivos permitem, ainda, ganhos extras, como aumento da produtividade da equipe, satisfação dos clientes — que dispõem de uma comunicação multicanal — e eficiência na integração de sistemas já utilizados.

Ele alerta, porém, que a comunicação IP deve estar integrada em um planejamento holístico maior feito pela organização. Caso esteja em um momento de expansão e com a instalação de novas filiais, por exemplo, pode ser um caminho mais rápido. “Utilizar apenas um tipo, seja internamente ou com seu público-alvo, é limitador e demanda maior investimento com infraestrutura física e manutenção. Esse último fator tende a encarecer com o passar do tempo e o avanço de outras tendências tecnológicas. Depender de equipamentos obsoletos torna o processo mais moroso em caso de necessidade de reparações”, observa Carradore.

Sobre a Dígitro Tecnologia
A Dígitro Tecnologia está desde 1977 no mercado desenvolvendo soluções de inteligência e comunicação. Atualmente conta com soluções Software as a Service (SaaS), além de seu portfólio on premise. São utilizadas por organizações brasileiras e internacionais. Com sede em Florianópolis, a empresa é pioneira no mercado de tecnologia e inovação, além de ser 100% brasileira. A Dígitro tem atuação em vários países da América Latina, e conta com uma subsidiária no Peru. Mais informações pelo site www.digitro.com.