Publicado: 22/12/2021Tempo de leitura: 7 min.

O que esperar da área de tecnologia em 2022?

Publicado por

Marketing Dígitro

Marketing Dígitro

Conteúdos Especiais

Um dos impactos da Covid-19 foi o aceleramento da tecnologia dentro das residências e empresas. O home office se tornou comum, assim como fazer compras no mercado de forma on-line e utilizar assistentes virtuais no combate ao vírus. Essas práticas iniciaram em 2020, mas acredita-se que ainda ditam tendências para 2022. Cada vez mais as companhias investem em inovação e essa afirmação é comprovada por um estudo da IDC. Ele mostrou que 53% das organizações têm uma estratégia de transformação digital. Número que teve um aumento de 42% em dois anos. 

Visto que esse é um direcionamento global, torna-se essencial adequar os processos e táticas do seu negócio ao cenário atual. Assim, pode-se continuar competitivo frente aos concorrentes e atender as exigências dos consumidores. Para isso, separamos, abaixo, os principais movimentos que se estima que acontecerão no próximo ano. Acompanhe e saiba mais!

Conheça as tendências para 2022 na área de tecnologia

Sabemos que não foi fácil correr atrás das mudanças que 2020 trouxe. De forma inesperada, as organizações precisaram se modernizar para acompanhar o mercado. E, aqui, não falamos somente de lojas físicas que acabaram obrigadas a vender on-line. Mas, sim, de equipes que precisaram se adaptar e processos que ganharam inovação. Mesmo com um pouco de esforço no início, essas transformações trouxeram resultados positivos e continuam evoluindo. 

Vimos o trabalho, que era presencial, se tornar remoto e, agora, híbrido. Também, acompanhamos o crescimento da preocupação com a segurança dos dados. Porém, ainda existem outras tendências para 2022 na área de tecnologia que chegam para ficar. Confira algumas a seguir.

  1. Hiperautomação

É hora de utilizar sua equipe de atendimento para problemas complexos e atividades estratégicas. As tarefas repetitivas, operacionais e que fazem o colaborador, muitas vezes, sentir-se subestimado, serão automatizadas. Essa é a hiperautomação: uma forma de diminuir trabalhos manuais, minimizar erros e aumentar a produtividade. Por meio de diversas ferramentas da tecnologia, como machine learning e inteligência artificial, ela analisa e entende onde é possível conquistar mais agilidade. Para isso, considera as necessidades do negócio e os resultados esperados. 

Essa é uma tendência para 2022 também confirmada no levantamento da IDC. Acredita-se que até 2026, as empresas B2B usarão os métodos citados para alcançar mais engajamento na jornada do cliente e torná-la personalizada. Sem contar que pretendem eliminar 40% dos pontos de contato humanos de marketing e vendas. 

  1. Segurança de dados

Os 73% dos entrevistados de uma pesquisa da Mastercard com o Instituto Datafolha afirmaram já ter sofrido algum tipo de ameaça digital. Esse índice comprova que a utilização de serviços on-line foi impulsionada pela pandemia, mas, que os golpes também. Para amenizar a situação, ferramentas que auxiliam na segurança de dados e medidas como a LGPD são implementadas. 

É fundamental dar atenção a esse ponto, afinal, o descumprimento da lei, por exemplo, gera multas que podem impactar significativamente no caixa da empresa. Solicitar o consentimento para uso das informações de usuários e administrar de forma eficiente os possíveis riscos são algumas das atividades que entram na rotina. Outra ideia positiva é utilizar ferramentas que, além de oferecer produtividade às equipes, garantem a proteção dos dados. 

  1. Cloud Computing

O Cloud Computing ou armazenamento em nuvem, em português, já está bastante consolidado. Afinal, ele permite o acesso aos documentos e dados da empresa de qualquer lugar, ajuda a proteger essas informações, facilita os backups e ainda auxilia na redução de custos. A tendência para 2022 nessa tecnologia é, agora, sua elasticidade. 

Mas o que isso quer dizer? Em resumo, é uma forma de tornar o serviço flexível. Isso quer dizer que você pode redimensionar os recursos, tanto de processamento quanto de armazenamento, de acordo com a demanda do seu negócio. Dessa forma, é possível aumentar ou diminuir a oferta automaticamente. Isso já acontece nesse tipo de serviço público. Nesses casos, usa-se uma plataforma e o espaço que sobra de um cliente, pode ser realocado a outro. 

A elasticidade do cloud computing é uma forma de não desperdiçar recursos e ainda ter liberdade para personalizar como a companhia deseja. Interessante, não é mesmo?

  1. Análise de dados

Cada vez mais abordada no mercado de tecnologia, a análise de dados é imprescindível para os próximos anos. Ela permite que decisões sejam tomadas de forma embasada, coerente e assertiva. Tanto aquelas que se referem ao direcionamento do negócio, quanto às preferências e comportamentos dos clientes. Dessa forma, deve-se trabalhar com ferramentas eficientes e estruturadas que entreguem informações confiáveis para orientar as escolhas dos gestores. Lembre-se de que não adianta somente ter os dados. É preciso analisá-lo com cautela e obter insights ricos sobre o tema. 

  1. Chatbots

Falamos bastante deles por aqui, afinal, geram uma série de benefícios. Os chatbots são uma forma de automatizar dúvidas frequentes dos clientes e liberar tempo da sua equipe para o que necessita de recursos humanos. Imagine uma pergunta que os consumidores do local em que trabalha sempre fazem e que o time de atendimento já está cansado de responder. Ao invés de desperdiçar horas nessa tarefa, pode-se usar a tecnologia para ajudar de forma inteligente e rápida. Além disso, você garante agilidade nas respostas e, assim, oferece um suporte mais satisfatório. Se quiser saber mais sobre o assunto, entenda aqui como essa tecnologia otimiza o atendimento ao cliente

  1. Trabalho híbrido

No início da pandemia foi uma dificuldade transformar equipes presenciais em remotas. Não se sabia quais protocolos seguir, como se comunicar de forma eficaz e nem o quanto isso impactaria no desempenho dos colaboradores. Felizmente, a maior parte dos resultados foram positivos e, por isso, essa também é uma tendência para 2022. Não é à toa que 78% dos entrevistados da pesquisa disseram ter vontade de continuar em home office.

Para unir os benefícios dos dois mundos, algumas empresas estão aderindo ao trabalho híbrido. Ele permite que os times exerçam sua função parte em casa e, outra, no escritório. Para que funcione para todos os lados, utilizar ferramentas de comunicação integrada é essencial. Assim, independentemente de onde a pessoa estiver, as conversas acontecem de forma efetiva.

Agora que você já conhece as tendências para 2022 na tecnologia, está pronto para iniciar o ano com o pé direito? Conte com a Dígitro para essa tarefa! Oferecemos soluções que ajudam na produtividade, na redução de custos e na segurança de dados. Fale com nossos especialistas e saiba mais!

Fale com a gente (chat)
Preencha as informações abaixo para iniciar o atendimento
Chat by Interact, da Dígitro